terça-feira, 15 de outubro de 2013

Nossa primeira vez na Hungria!


Nossos planos de viagem começaram graças a uma amizade virtual! Conheci a Carol através do seu blog pessoal , aonde ela conta de maneira espontanea e rica de conhecimento sobre a sua vida. Comecei admirando ela pela simplicidade e a seguir pelo carinho com todos. Conhece-la pessoalmente foi a concretizaçao do que eu imaginava, realmente aquela moça era uma menina doce, divertida e amiga!



Até entao, eu nao havia pensado nas belezas do lado de là da Europa. Nada na vida è por acaso, ainda bem! 

Vista de cima do Museu
Adoro quando me surpreendo com algo que nao imaginava , que nao estava nos "planos".  


Nosso "tour", de carro, foi elaborado para passarmos pela Eslovenia. E entao, mais uma surpresa agradàvel: quanta natureza, quanta beleza nao tocada ainda pelo homem! Infelizmente sò vimos pelo carro, mas jà està no nosso futuro diàrio de viagem conhecer também os locais por ali. 


Chegamos à Pècs, cidadezinha aonde mora a Carol, depois de 9 horas de viagem. Com duas paradas para almoço, banheiro, gasolina, claro! Foi tao agradàvel que sò a ultima hora é que foi mais cansativa, do tipo : puxa, chega logo! rs. 

Ficamos em um hotel aconchegante, là encontramos alguns italianos e nossos filhos bagunçaram bastante, teve gente dando soco na parede pois de noite, ao chegarmos dos passeios, as crianças riam muito alto, hehe. 

A Carol veio com seu marido, Zsombor, apelidado amigavelmente pelo meu marido de "Il gigante",rs, porque é muito alto!, e seus dois filhos Zsombor e Hunor! Nossa, foi muito legal! Familia linda e simpàtica. As crianças logo se entrosaram! E o casal nos levou a conhecer um restaurante super diferente, uma espécie de cantina no subterraneo da cidade romana! UAU! Demais! Como estàvamos muiiitooo ansiosas pelo nosso primeiro encontro acabamos esquecendo de fazer muitas fotos, que pena! 


Os pratos sao super diferentes do que estamos acostumados, e eu adorei meu "prato grego"! hehe. Agora, o vinho hùngaro...ninguém nunca me avisou que era tao, mas tao bom assim!!!Ele è muito saboroso, forte, voce sente a diferença quando se acostuma a um determinado tipo de vinho(no nosso caso, italiano). 

Dia seguinte: passeio pelo centro històrico de Pècs. Conhecemos o Duomo, conhecemos um museu de restos romanos, nao sei exatamente como nominà-lo, mas foi surpreendente! Passeamos, vimos a fabrica de champanhe, paramos para uma pizza e para um sorvetinho - apesar do frio a criançada adora!Ah, e uma outra curiosidade que achei super interessante: nos barzinhos, aonde as mesas ficam do lado de fora, cada cadeira tem o seu cobertorzinho dobrado para o cliente esquentar as pernocas! Muito legal, né! Bem, nosso dia fechou com chave de ouro visitando a casa de nossos mais novos amigos "reais". Aconchegante e com aquela sensaçao de "lar doce lar", nos sentimos em casa! 


Matteo brincou tanto que esqueceu de fazer xixi, fez nas calças!! Analu nao poderia deixar de copià-lo e aì ficou: batizaram a casa da Carol! Com direito a banho e roupa emprestada, rs! 

Meu maridao preparou um prato de spaghetti com "paprica", muito usada pelos hungaros e ficou delicioso!

Dia seguinte, despedida! Acho que de todas as cidadezinhas que visitei até hoje, Pècs é uma das poucas que posso dizer que, no meu gosto, é boa demais para se viver!Fica a dica para quem programar um passeio na Hungria: nao deixe de conhecer Pècs!

Partimos rumo à Budapeste. Foi emocionante entrar na capital. Enorme, animada e cheia de turistas do mundo todo, super bem estruturada e organizada, nao se ve um papel nas ruas. Os hungaros sao muito educados e cordiais. Encontramos um hotel, no lado de Peste e ficamos surpresos pois a recepçao em que estàvamos fazendo a nossa reserva era em um hotel (de nome Victory),com recepçao, sala de café da manha e quartos e, aonde ficarìamos hospeados(Hotel Karin), em outro local somente com apartamentos; nao havia sala de café da manha e nem recepçao. Havia um bar ao lado, com convenio junto ao hotel se quisessemos fazer o café da manha ali, mas sò ofereciam omeletes(?!) Entao, para o café da manha tradicional de hotel, deveriamos ir de carro(e era pertinho, a pé 10 minutos)até aonde havìamos feito a reserva.Deu pra entender?  Engraçado, né? Super receptivos e muitas variedades no cardàpio também!


Iniciamos nosso passeio atravessando a ponte que passa pelo Danubio e indo conhecer a outra parte, Buda.


Muita història, outra cultura.Um paìs que foi dominado por muitos anos pelos turcos. Reservamos um passeio de barco e conhecemos alguns pontos turisticos famosos, como o Parlamento. 


O dia foi longo, voltamos ao hotel, nos preparamos e saimos para jantar fora. Dia seguinte, de volta à Italia. 

Tentamos parar em Lbjuana, mas chovia muito e deixamos para uma outra vez. 


Foi uma das viagens mais gostosas que fizemos, eu tive aquela sensaçao de estar viajando pela primeira vez, algo diferente, como se quase nao estivesse na "Europa" que conheço..adorei! 

Quem quiser conhecer a Carol, basta clicar AQUI, e irao se encantar com as belezas da Hungria!

Convido a quem tiver curiosidade de ver o video de nossa viagem a nos acompanhar nessa aventura: clique AQUI

5 comentários:

Carolina Godinho Rosa Szabadkai disse...

Daph, amei o post!
É tão bom saber que vocês gostaram daqui!Esperamos recebe-los mais vezes (quem sabe Noruega ;)) e tn queremos muito visitar a casa de vocês. Já sentimos muita falta de vcs. O Hunor ainda hoje falou "Guarda!"... rsrsrs Beijão amigona!

Daphne Desirée disse...

Gostamos muito da tua linda cidade! E voces sao demais!O Matteo vira e mexe pergunta quando iremos na casa dos amigos da Hungria, rssss.
Vamos aguarda-los aqui!
bjo grande e obrigada pela receptividade!

Anônimo disse...

NOSSA,QUE LUGARES LINDOS!É UMA ALEGRIA PODER VIAJAR E CONHECER PESSOAS E COSTUMES NOVOS....E MAIS QUE ISTO ,TER A OPORTUNIDADE DE CONHECER PESSOAS QUE VEEM NOS ENRIQUECER.BJS

Anônimo disse...

LUGARES LINDOS ,OPORTUNIDADE DE CONHECER COSTUMES E PESSOAS QUE VEEM NOS ENRIQUECER;VIAJAR É ISTO!

Daphne Desirée disse...

Justamente isso! Obrigada pela visita, bjs!